Clínica sustentável em 2021: 3 dicas para tirar projeto do papel

clínica sustentável 2021

O setor de saúde não poderia deixar de evoluir também no sentido da consciência ambiental. Afinal, independentemente do segmento, todos os negócios precisam estar cada vez mais atentos aos impactos de consumo de recursos naturais e demanda por matéria-prima em sua operação e funcionamento. Neste artigo, a Greencred apresenta 3 dicas para você tirar do papel seu projeto de clínica sustentável em 2021.

 

Os critérios que tornam uma clínica ou um consultório mais sustentável podem ser incorporados de forma simples e objetiva. Gostaria de saber como implementá-las em seu negócio? Continue a leitura e invista em sustentabilidade.

 

Papel: mude sua relação

Sim, parece difícil, mas é possível criar uma cultura interna que funciona sem papéis ou impressões a todo o momento. As rotinas de agendamento e cadastro de novos pacientes podem ser substituídas por ferramentas digitais, por exemplo.

 

Nesse processo, a digitalização de processos será sua maior aliada. Para isso, mapeie as áreas que mais utilizam papéis em seu consultório ou clínica. Geralmente, o uso se concentra nas fichas de cadastro, nas agendas físicas, nos prontuários, notas fiscais, impressões administrativas e nos cadernos de anotações.

 

Economia de energia

Clínicas e consultórios costumam ter muitos aparelhos elétricos que resultam em um alto gasto de energia em seu horário de funcionamento. Isso sem contar a função stand by, que é acionada nos aparelhos quando são desligados e continuam conectados às tomadas.

 

Especialistas apontam que o consumo de energia em stand by pode representar até 12% da sua conta de luz. Ar-condicionado, por exemplo, é um gasto constante e merece atenção especial quando o assunto é economia de energia. Deixá-lo no modo automático e garantir a manutenção regular é essencial para que o equipamento tenha melhor performance.

 

Descarte de resíduos

Se você já conduz uma clínica ou consultório, sabe da importância deste item, inclusive para a adequação legal de condução do seu negócio.

 

Conforme a Resolução da Agência Nacional de Vigilância Sanitária/ANVISA – RDC Nº 306, de 7 de dezembro de 2004, o gerenciamento dos resíduos de serviços de saúde (RSS) é constituído por um conjunto de procedimentos de gestão.

 

Estes procedimentos são planejados e implementados a partir de bases científicas e técnicas, normativas e legais, com o objetivo de minimizar a produção de resíduos de serviços de saúde e proporcionar aos resíduos gerados, um encaminhamento seguro, de forma eficiente, visando à proteção dos trabalhadores, a preservação da saúde pública, dos recursos naturais e do meio ambiente.

 

Para conhecer cada detalhe da adequação do gerenciamento de resíduos previsto em lei, acesse esta página da FioCruz.

 

Engaje os seus sócios, colegas e colaboradores e tire do papel seu projeto de sustentabilidade em 2021. Pequenas ações podem gerar grandes impactos!

 

Sustentabilidade e finanças

Não poderíamos deixar de ressaltar que todas as medidas acima estão em consonância com um planejamento financeiro mais seguro. Além de valorizar a sua imagem, ações de sustentabilidade têm impacto financeiro direto no caixa da clínica ou do consultório.

 

Cuide melhor do seu dinheiro com a Greencred: (41) 3304-1100 | greencred@greencred.com.br.